Vou dar-te um beijo

domingo, maio 31, 2009 / Publicada por Rui Pedro / comentários (0)













I've got you under my skin

domingo, maio 31, 2009 / Publicada por Rui Pedro / comentários (0)



Bonita, não é?

Música do mar

quinta-feira, maio 28, 2009 / Publicada por Rui Pedro / comentários (0)


video
(patrocionado pela Raquel)

Ainda Te Necessito

quinta-feira, maio 28, 2009 / Publicada por Rui Pedro / comentários (1)


Ainda não estou preparado para perder-te
Não estou preparado para que me deixes só.

Ainda não estou preparado pra crescer
e aceitar que é natural,
para reconhecer que tudo
tem um princípio e tem um final.

Ainda não estou preparado para não te ter
e apenas te recordar
Ainda não estou preparado para não poder te olhar
ou não poder te falar.

Não estou preparado para que não me abraces
e para não poder te abraçar.

Ainda te necessito.

E ainda não estou preparado para caminhar
por este mundo perguntando-me: Por quê?

Não estou preparado hoje nem nunca o estarei.

Ainda te Necessito.


Pablo Neruda

Café doce

quarta-feira, maio 27, 2009 / Publicada por Rui Pedro / comentários (0)

Há cafés que são extraordinariamente doces...


As Time Goes By

quarta-feira, maio 27, 2009 / Publicada por Rui Pedro / comentários (0)

Jazz saboroso...


O Jogo

terça-feira, maio 26, 2009 / Publicada por Rui Pedro / comentários (0)


Tiago Bettencourt - O Jogo

Mais um dia em vão no jogo em que ninguém ganhou
Dá mais cartas, baixa a luz e vem esquecer o amor
És tu quem quer, sou eu quem não quer ver que tudo é tão maior aqui
Está frio demais para apostar em mim

Vê que a noite pode ser tão pouco como nós
Neste quarto o tempo é medo e o medo faz-nos sós
És tu quem quer mas eu só sei ver que o tempo já passou e eu fugi
Que aqui está frio demais para me sentir...
Mas queres ficar...

Tudo o que é meu é tudo o que eu não sei largar
Queres levar tudo o que é meu e tudo o que eu não sei largar...
Vem rasgar o escuro desta chuva que sujou
Vem que a água vai lavar o que me dói
Vem que nem o último a cair vai perder...

Tudo o que é meu é tudo o que eu não sei largar
Queres levar tudo o que é meu e tudo o que eu não sei largar...
Vem rasgar o escuro desta chuva que sujou
Vem que a água vai lavar o que me dói
Vem que nem o último a cair vai perder...
Não... Não vai perder... Não vai perder!

Cá está ela

terça-feira, maio 26, 2009 / Publicada por Rui Pedro / comentários (5)



(Um sentido poema do poeta Pessoa, partilhado pela menina AL)


Ora até que enfim..., perfeitamente...
Cá está ela!
Tenho a loucura exactamente na cabeça.
Meu coração estoirou como uma bomba de pataco,
E a minha cabeça teve o sobressalto pela espinha acima...
Graças a Deus que estou doido!
Que tudo quanto dei me voltou em lixo,
E, como cuspo atirado ao vento,
Me dispersou pela cara livre!
Que tudo quanto fui se me atou aos pés,
Como a serapilheira para embrulhar coisa nenhuma!
Que tudo quanto pensei me faz cócegas na garganta
E me quer fazer vomitar sem eu ter comido nada!
Graças a Deus, porque, como na bebedeira,
Isto é uma solução.
Arre, encontrei uma solução, e foi preciso o estômago!
Encontrei uma verdade, senti-a com os intestinos!
Poesia transcendental, já a fiz também!
Grandes raptos líricos, também já por cá passaram!
A organização de poemas relativos à vastidão de cada assunto resolvido em vários —
Também não é novidade.
Tenho vontade de vomitar, e de me vomitar a mim...
Tenho uma náusea que, se pudesse comer o universo para o despejar na pia, comia-o.
Com esforço, mas era para bom fim.
Ao menos era para um fim.
E assim como sou não tenho nem fim nem vida...


Álvaro de Campos

Sensualidade IV

domingo, maio 24, 2009 / Publicada por Rui Pedro / comentários (0)








Enquanto penso

sábado, maio 23, 2009 / Publicada por Rui Pedro / comentários (0)

Um dia

sábado, maio 23, 2009 / Publicada por Rui Pedro / comentários (1)


Um dia descobrimos que beijar uma pessoa para esquecer outra, é bobagem. Você não só não esquece a outra como pensa muito mais nela... Um dia descobrimos que se apaixonar é inevitável... Um dia percebemos que as melhores provas de amor são as mais simples... Um dia percebemos que o comum não nos atrai... Um dia saberemos que ser classificado como o "bonzinho" não é bom... Um dia perceberemos que a pessoa que não te liga é a que mais pensa em você... Um dia saberemos a importância da frase: "Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas..." Um dia percebemos que somos muito importantes para alguém mas não damos valor a isso... Um dia percebemos como aquele amigo faz falta, mas ai já é tarde demais... Enfim... um dia descobrimos que apesar de viver quase 100 anos, esse tempo todo não é suficiente para realizarmos todos os nossos sonhos, para dizer tudo o que tem de ser dito... O jeito é: ou nos conformamos com a falta de algumas coisas na nossa vida ou lutamos para realizar todas as nossas loucuras... Quem não compreende um olhar tampouco compreenderá uma longa explicação.

Mario Quintana

Susan Boyle - Cry Me A River

sábado, maio 23, 2009 / Publicada por Rui Pedro / comentários (0)


Carpe Diem

sexta-feira, maio 22, 2009 / Publicada por Rui Pedro / comentários (0)

Porque a vida passa a correr...

video

Gotan Project - Triptico

quinta-feira, maio 21, 2009 / Publicada por Rui Pedro / comentários (0)


Ele há dias assim

quinta-feira, maio 21, 2009 / Publicada por Rui Pedro / comentários (0)


Ele há dias assim... nós contra o mundo.

Encantadora

quinta-feira, maio 21, 2009 / Publicada por Rui Pedro / comentários (0)

Eu queria trazer-te uns versos muito lindos
colhidos no mais íntimo de mim…
Sua palavras
seriam as mais simples do mundo,

porém não sei que luz as iluminaria
que terias de fechar teus olhos para os ouvir…
Sim! Uma luz que viria de dentro delas,
como essa que acende inesperadas cores

nas lanternas chinesas de papel.
Trago-te palavras, apenas… e que estão escritas
do lado de fora do papel… Não sei, eu nunca soube
o que dizer-te

e este poema vai morrendo, ardente de puro, ao
vento da Poesia…
como uma pobre lanterna que incendiou!


Mario Quintana

I got a woman

terça-feira, maio 19, 2009 / Publicada por Rui Pedro / comentários (0)

Origens

terça-feira, maio 19, 2009 / Publicada por Rui Pedro / comentários (0)



Conheces as tuas raízes?

Heart Tango

terça-feira, maio 19, 2009 / Publicada por Rui Pedro / comentários (0)


Vamos energizar?

terça-feira, maio 19, 2009 / Publicada por Rui Pedro / comentários (0)



Beyonce - Crazy in Love

Tu tens um medo

terça-feira, maio 19, 2009 / Publicada por Rui Pedro / comentários (0)

Tu tens um medo:
Acabar.
Não vês que acabas todo o dia.
Que morres no amor.

Na tristeza.
Na dúvida.
No desejo.
Que te renovas todo o dia.

No amor.
Na tristeza.
Na dúvida.
No desejo.

Que és sempre outro.
Que és sempre o mesmo.
Que morrerás por idades imensas.
Até não teres medo de morrer.

E então serás eterno.


Cecília Meireles

Um carinho

segunda-feira, maio 18, 2009 / Publicada por Rui Pedro / comentários (0)

A história repete-se

segunda-feira, maio 18, 2009 / Publicada por Rui Pedro / comentários (0)

Selva não urbana

domingo, maio 17, 2009 / Publicada por Rui Pedro / comentários (0)